Arcor Mais

Radar

Com atrações gratuitas para toda a família Momentos Aymoré 2015 leva 6 mil pessoas à Praça da Liberdade em BH

A segunda edição do programa Momentos Aymoré, realizada neste domingo, 7 de junho, recebeu público de todas as faixas etárias, que assistiu aos shows de Dibigode, Lenis Rino convidando Luê e Marcelo Jeneci.

 

Minas Gerais, junho de 2015 - A segunda edição do programa cultural Momentos Aymoré, realizado pela Suindara Radar e Rede, produzido pela Agência de Produção e com curadoria musical relacionada à Lei de Incentivo à Cultura do Estado de Minas Gerais, com shows gratuitos para toda a família, recebeu mais de 6 mil pessoas, na Praça da Liberdade, ponto icônico da capital mineira. Foram mais de quatro horas de programação musical, com três shows de grandes talentos da música nacional. A Aymoré é um biscoito que já faz parte da tradição e da memória afetiva dos mineiros.

 

É com essa relação de carinho e confiança que a marca acompanha as famílias. O programa cultural Momentos Aymoré, que, a cada edição vêm conquistando mais o público, foi a maneira que a marca encontrou para retribuir o carinho dos consumidores com a marca. A abertura da segunda edição de Momentos Aymoré, contou com o som da banda instrumental mineira Dibigode, que apresentou o show de seu novo álbum, “Garnizé”, uma releitura da obra de Ataulfo Alves, renomado sambista mineiro. No show, a banda instrumental apresentou clássicos do compositor como “Na Cadência do Samba”, ‘’Você Passa e eu Acho Graça”, além de outras músicas de autoria da banda, como ‘’Minas Gerais’’, ‘’Mongra’’ e ‘’Strombelete’’.

 

Dibigode é formado por Gabriel Perpétuo (guitarra), Vicente França (guitarra), Guilherme Peluci (saxofone), Antônio Vinícius (baixo) e Tiago Eiras (bateria). Na sequência, o festival recebeu a apresentação de Lenis Rino, produtor musical de artistas que atuam no cenário mineiro como Marina Machado, Kdu dos Anjos, Matheus Brant, Nathy Faria, entre outros. Em sua apresentação no Momentos Aymoré, o músico divulgou seu último lançamento, o álbum “Mais um Grito”, executando músicas como ‘’Ogum Sete Ondas’’, ‘’Sol Amarelo’’ e ‘’Mais um Grito’’.

 

O show contou, ainda, com a participação especial da cantora, compositora e instrumentista paraense Luê, que tem se destacado pelo trabalho situado entre o exotismo da música amazônica e as múltiplas facetas do pop mundial. Lenis e Luê cantaram juntos as músicas ‘’Baltimore’’, ‘’Praia do Lençol’’ e ‘’Nós Dois’’ O encerramento do Momentos Aymoré em Belo Horizonte ficou a cargo do cantor e compositor Marcelo Jeneci, que segue divulgando seu álbum “De Graça”, lançado em 2014, e indicado ao Grammy Latino de melhor álbum de MPB.

 

No repertório do show músicas do novo CD, como as inéditas “Um de Nós” (na trilha sonora da novela “Em Família” da TV Globo), “De Graça”, “O Melhor da Vida" e "Nada a Ver", além de “Pra Sonhar” e “Felicidade”, sucessos de seu primeiro disco “Feito Pra Acabar”. Jeneci (voz, teclados e sanfona) foi acompanhado por Laura Lavieri (voz), Regis Damasceno (baixo e violões), Richard Ribeiro (bateria e sampler), Ricardo Prado (guitarra e teclados), Stevam Sincovitz (guitarra) e João Erbetta (guitarra). O Grupo Trampulim fez intervenções teatrais nos intervalos dos shows, interagindo com o público com brincadeiras relacionadas ao tema família.

 

O evento contou com ambulatório, UTI móvel, acesso aos portadores de necessidades especiais e fiscalização municipal. Segundo informações da Polícia Militar, Guarda Municipal, Bombeiros e Posto Médico não foram registradas ocorrências durante o evento.

 

O Momentos Aymoré além de ser um programa de investimento em apoio às expressões da arte na região de Minas Gerais, propicia a inovação na produção cultural com a inclusão de produções artísticas de outras regiões do país.

 

Em 2015, dando sequência ao desafio de ampliar o programa para o interior do Estado, uma nova edição já está confirmada, em Montes Claros, dia 8 de agosto (sábado). A proposta de curadoria da marca no gênero musical é uma iniciativa relacionada à Lei de Incentivo à Cultura do Estado de Minas Gerais.

COMENTÁRIOS