Arcor aposta em licença exclusiva e na ampliação da linha de Ovos Adultos para alavancar as vendas de Páscoa

16/05/2015

 
Inspirada no sucesso da animação da Disney empresa lança, com exclusividade, ovo da Princesinha Sofia, anuncia novos produtos da linha Premium e aposta em diferenciação para atrair a atenção do consumidor nas prateleiras
 
São Paulo, abril de 2015 – Os preparativos para a data considerada a mais importante no calendário da Arcor do Brasil estão a todo vapor. Terceiro maior player do mercado em volume, a empresa que figura entre as maiores fabricantes de alimentos no País, segue confiante em relação às vendas este ano.
 
A Arcor espera repetir o sucesso de 2014 com o portfólio Páscoa 2015. “2014 foi um ano de consagração para a empresa. Registramos crescimento de 20% em valor em relação a 2013. O bom desempenho contribuiu para que a companhia subisse para 8,3% de market share em valor, contra 7,1% computados em 2013, de acordo com dados informados pela Nielsen. Para 2015, a perspectiva é incrementar aproximadamente 5% no faturamento em relação a 2014, comenta Nicolas Seijas, gerente de marketing de chocolates da Arcor.
 
Licença exclusiva e ampliação da linha de ovos adultos
Com o tema “Páscoa Mágica”, a campanha de 2015 promete realçar o imaginário de crianças, jovens e adultos. Novas licenças, marcas próprias e uma campanha estrelada pela Tortuguita, personagem número 1 quando o assunto é ovo de Páscoa infantil, estão entre as apostas da empresa para alavancar as vendas. A família Tortuguita aumentou este ano com a chegada dos ovos Tortuguita Surpresas Mágicas, Tortuguita Pelúcia, Tortuguita Maleta, Tortuguita Confeitos e o Tortuguita Headphone.
 
No portfólio da Arcor estão reunidas 29 opções de ovos para agradar todas as idades e paladares. A marca investiu em formatos inovadores, novas embalagens e brinquedos diferenciados para compor a oferta de brindes.
Também ampliou a linha de Ovos Adultos com o lançamento do ovo Bon o Bon Beijinho, o sabor mais vendido da linha e líder em vendas em mais de 60 países. Anuncia ainda o lançamento do ARCOR 70% Amargo 250g com sabor intenso de cacau, que traz dois mini tabletes no sabor 70% amargo.
 
Terceiro maior player também quando o assunto é o mercado infantil a Arcor conserva 18,1% de market share neste segmento. Na área de licenças, as novidades são os ovos infantis Patati Patatá da famosa dupla de palhacinhos homônima e os ovos da Disney: ovo Disney Fadas, Rapunzel e o ovo Princesinha Sofia, grande aposta da empresa em 2015 – a Arcor é a única fabricante no Brasil que detém a licença da personagem.
 
De acordo com Nicolas Seijas, a receita para uma Páscoa bem sucedida do ponto de vista dos negócios, é inovar. Com uma concorrência extremamente alta, atrair as atenções do consumidor nas prateleiras não é tarefa das mais fáceis: “É preciso abusar das cores, investir em imagem e em diferenciais que surpreendam o consumidor e sejam fundamentais no momento de decisão da compra, sempre atentos à magia e ao encantamento que a data exerce, principalmente para o público infantil” – comenta o executivo.
 
Segundo Seijas, a diferenciação é decisiva para garantir o bom desempenho das vendas: “Buscamos nos diferenciar no mercado por meio de novas apresentações em sabores, licenças e brinquedos, além de investir sempre em chocolate de qualidade, variedade e excelente relação custo x benefício – encerra o gerente.
 
Sobre a Arcor
Há 33 anos, a Arcor, multinacional argentina, atua em todo o território brasileiro sendo o terceiro produtor de chocolates do país, líder no segmento de chicles infantis e um dos principais players de biscoitos do Brasil. É líder mundial na produção de balas e principal exportadora de guloseimas do país, produzindo 170 mil toneladas/ano. O Grupo Arcor é uma empresa global, de origem Argentina, exportadora de guloseimas do Brasil, Argentina e Chile e uma das maiores fabricantes de chocolates da América Latina. É líder mundial na produção de balas e também a maior empresa do segmento de biscoitos da América do Sul, com 20 mil colaboradores e 39 fábricas.